... na busca dessa famigerada raça chamada Jornalistas 2.0 em Portugal
15
Out 09

... ma, não será fácil arranjá-los entre os restantes colegas se tal depender do grau de afinidade que une os nossos projectos! Traduzindo, facilmente se entende que, após uma passagem pelos blogues dos colegas, poucos foram os pontos de contacto que encontrei, quer a nível temático mas, sobretudo, no que toca ao tipo de objectivos a cumprir. Daquilo que fiquei a entender, a finalidade de grande parte dos projectos passa por reflectir sobre a melhor forma de implememtar uma determinada realidade concreta(seja ela um site, um documentário, uma plataforma mobile, ou o que quer que seja), ao passo que o meu tem um cariz mais descritivo, em que se procura comprender uma realidade presente, projectando eventualmetne um futuro próximo (estou demasiado filosófico para esta hora...)

 

Ainda assim, há algumas considerações a fazer sobre pormenores que me charam a atenção, considerando  as especificidades do meu projecto. Assim, desde logo percebi que várias pessoas estão a trabalhar a área das redes sociais (ex: Paulo Valbom, Cátia Resende, I Erasmus, sejas tu quem fores :-D), o que só comprova que estas ferramentas (que eu enquadro num campo mais alargado dos media sociais) são hoje uma realidade que ainda carece de alguma compreensão mas que, independentemente disso, são potenciais geradoras de mais-valias que vale a pena reflectir (quer seja para jornalistas, estudanets erasmus ou crianças...).

 

Ainda nas redes sociais, chamou-me a atenção um post no blogue do João Afonso, intitulado "Social networks as research tools", uma vez que se trata de uma temática que está presente de forma  muito forte no meu trabalho (compreender em que medida é que os media sociais são utilizados pelos jornalistas como plataformas que permitem aceder a informações com valor-notícia, logo, mais valias para o seu trabalho).

 

Finalmente, realçava o projecto da Daniela Graça, não tanto (mais uma vez) pelo tema em si mas , pelo espírito do trabalho: Ela, tal como eu, propõe-se a estudar um grupo de (potenciais) utilizadores específicos da internet (no meu caso jornalistas, no dela, reclusos)  e perceber de que forma é que as ferramentas online (no caso dela, ao que percebo, mais ligadas à comunicação; no meu, media sociais) poderão / estão a transformar o seu quotidiano e poderão acarretar novas oportunidades a esses públicos.

 

E pronto. Fico-me por aqui no que toca a afinidades...

 

De referir que  esta questão não me preocupa de sobremaneira (antes pelo contário), até porque tenho perfeita consciência de que o meu trabalho está um bocado "offline" em relação aos restantes ou mesmo àquilo que seria de esperar num mestrado como o nosso. Mas, mais uma vez, defendo que, no âmbito da multidisciplinariedade que caracteriza a área da comunicação multimédia (ela própria uma área ainda híbrida na medida em que resultante da combinação de uma série de campos de conhecimento já existentes), o projecto pode fazer todo o sentido, ajudando a compreender as práticas de um grupo de utilizadores que, pelas suas especificidades, acredito qe tem muito a dizer e a proveitar  num ambiente mediático extremamente rico e complexo como aé hoje a internet e, mais concretamente, os media sociais que nela se sustentam.



Viva Tiago :P

É só para te dizer que o I am Erasmus está a meu cargo, Hugo Branquinho :P

De facto fizeste-me reparar que não tenho grandes referências a quem sou no blog :P
hjb a 16 de Outubro de 2009 às 08:30

mais sobre mim
Tema do Projecto
JORNALISTAS 2.0: PROBLEMA OU OPORTUNIDADE NAS REDACÇÕES DA IMPRENSA DIÁRIA PORTUGUESA? (ainda em estudo. queria usar a palavra conversação algures...)
Autor
Tiago J. Reis
Âmbito
Mestrado em Comunicação Multimédia | Multimédia Interactivo pela Universidade de Aveiro
Ano Lectivo
2009/2010
Orientadora
Lídia Oliveira Hélder Bastos (co-orientador)
pesquisar blog
 
comentários recentes
Olá professor,Obrigado pelas informações. O cenári...
Olá Tiago. A data alternativa a 20 de Janeiro é na...
Eis algo que pode dar jeito: O projecto Beamups (w...
Sim, bastante pertinente para quem está a estudar ...
Concordo com a Teresa. Por acaso essa apresentação...
Esta apresentação está muito interessante: ilustra...
Na 2ª feira eu pergunto ao segurança.
Não dei conta, mas se entretanto ninguém a encontr...
Viva Tiago :PÉ só para te dizer que o I am Erasmus...
Guiei-me pela questão que tens ali ao cantinho, so...
blogs SAPO